Chocolate

O dia acaba de ficar perfeito! Da amiga Luciana Monte via Compfight

Não me peça para bolar um título melhor. Há algo melhor que chocolate? 🙂

Sim, há, mas são pouquíssimas coisas.

O chocolate está na minha vida diariamente. E, ainda que eu possa enjoar de um chocolate açucarado demais, ou com um recheio nada a ver, o chocolate está lá: evocando lembranças de todos os naipes, em especial de uma infância que pode estar mais colorida que fora na realidade. E graças a ele, o nosso heroi e bandido! O chocolatinho, ruim, seboso, malfeito, que nos trouxe segundos de um prazer eterno.

Traz também aquela lembrança do chocolate caro e cremoso do começo de namoro… e o sentimento de culpa da barrona gigante da procrastinação – aquele chocolate que devoramos enquanto não decidimos o que fazer da vida.

O chocolate que estampa este post pode não ser o melhor do mundo, mas provoca sentimentos tais que fez me sentir uma criança aguada de menos de 10 anos. Parece uma unha roída ou uma posição fetal, é prazer e alívio, vocês que são meus contemporâneos podem decidir, o Lollo é uma máquina do tempo com direito a colinho da mãe.

Chocolate é isso aí, falou, valeu!

Este post faz parte do Meme de Dezembro, uma iniciativa das interneteiras do LuluzinhaCamp, que tem como única intenção, a diversão. Porque somos blogueiras e adoramos blogar, simples assim. Se você tem blog, corre para participar, clique aqui e saiba mais.

2 pensamentos em “Chocolate”

  1. Eu , como já comentei em outros momentos, não sou muito de bombons, mas amo quase todos os derivados, ai, ai… Ontem experimentei um momento de auto-acarinhamento, fiz leite com Toddy morninho. Tava tristinha, e aquele foi o meu carinho pra mim… Chocolate é assim né?! Como um beijo na bochecha e um abraço apertado. Bjs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *